A Fitoterapia

Desde os primórdios da humanidade que o ser humano utiliza os alimentos, as plantas medicinais e outros recursos naturais para prevenir e combater as mais diversas enfermidades. Entretanto, com o modernismo, e o avanço da medicina convencional (alopatia), todo esse conhecimento está sendo esquecido, e, hoje é colocado em segundo plano. Mas, quem realmente deseja atingir a cura plena não deve esquecer que a natureza do nosso organismo jamais se modificará; ele tem a suas próprias leis, como é o caso das três fases do metabolismo. Portanto, é indispensável jamais se afastar desses conceitos sábios e inteligentes, que se inclui a alimentação correta:  os modos de preparar os alimentos, como e quando ingeri-los, tudo isso aliado às leis do metabolismo.

Atualmente devido aos estudos e pesquisas científicas, é possível conhecer melhor as plantas medicinais, o que permite sua  utilização de maneira mais apropriada pelos profissionais da saúde. Muitos desses princípios ativos, tanto das ervas como dos alimentos naturais, encontramos hoje em forma de sintéticos, sob a alegação de que as propriedades curativas dos naturais não são constantes. Posso dizer que tais afirmações são incorretas, devido a fatores diversos como: altitude, natureza do solo, clima, método de cultivo, idade do produto, adubos empregados, momento da colheita e do colhedor, e posterior dessecação. Afinal as plantas quando cultivadas e colhidas de forma adequada e no momento certo, e submetidas de imediato ao processo de estabilização, consegue-se destruir a ação dos fermentos causadores de suas alterações posteriores. Sendo assim, permite-se conservar integralmente suas características e propriedades fisiológicas.

Dessa forma, as plantas e os alimentos naturais são possuidores de energias capazes de produzir ações curativas, de nos conduzir para conquistarmos e nos mantermos em um equilíbrio perfeito.

Exemplos de algumas formas de utilização das plantas:

Obs.: Evite sempre adoçar os chás.

Exemplos de plantas e seus respectivos benefícios.